sábado, 24 de novembro de 2012

Amamentação



Amamentar é importante porque o bebê recebe anticorpos da mãe para a proteção contra infecções, principalmente diarreia e pneumonia, diminui também o risco de alergias, colesterol alto, diabetes e obesidade, além da criança desenvolver dentes fortes e saudáveis e tenha boa fala e respiração.
Favorece a relação afetiva entre a mãe, o bebê e a família, e ajuda a criança a desenvolver-se bem, física e emocionalmente.
Não só é bom para a saúde do bebê como da mamãe. Na mulher que amamenta o sangramento depois do parto é menor, assim como as chances dela desenvolver anemia, câncer de mama e de ovário, diabetes e infarto. A mulher que amamenta perde mais rápido o peso que ganhou durante a gravidez.
A família pode também ajudar a mamãe a amamentar, reconhecendo a importância da amamentação, ajudando-a a ter confiança em sua capacidade de alimentar seu filho com seu leite mesmo em situações de estresse. Ajudando nas tarefas de casa, para que ela possa ter mais tempo para amamentar o bebê e relaxar.
As mães devem dar somente leite materno até os seis meses de vida do bebê, ele não precisa de água, chás, leites artificiais ou qualquer outro alimento nesse período. Nos primeiros dias após o parto, ofereça o peito muitas vezes, mesmo que a mãe acredite ter pouco leite, essa quantidade é o suficiente, pois esse leite chamado de colostro é suficiente para atender as vontades do bebê. O leite materno nunca é fraco, ele é sempre adequado para o desenvolvimento da criança.
Nos primeiros meses, o bebê ainda não tem horários regulares para mamar, por isso ofereça o peito sempre que ele quiser com o tempo ele faz seu horário.
Nas mamadas, dê tempo para o bebê esvaziar bem as mamas, porque o leite do fim das mamadas é mais gorduroso, o que dá saciedade ao bebê. Se o bebê não conseguir esvaziar as duas mamas em uma mamada não se preocupe, na mamada seguinte, ofereça primeiro a mama que ele não conseguiu esvaziar.
Continue amamentando até os dois anos, e a partir dos seis meses ofereça também alimentos saudáveis ao bebê. Evite chupetas e mamadeiras, pois podem levar o bebê a rejeitar o peito da mãe, além de causar problemas nos dentes, na fala e na respiração.
Não use medicamento sem receita médica, o médico orientará a mãe quanto aos medicamentos mais adequados para o uso durante a amamentação. Não é recomendado dietas para o emagrecimento, a mulher que amamenta precisa de uma alimentação saudável. É importante também ingerir muito liquído, pois a mãe que amamenta sente muita sede.
Deve-se também evitar o uso de bebidas alcoólicas, cigarro, e o uso de drogas como maconha, cocaína e crack. Como também medicação psicotrópica, pois essas substâncias  ficam na corrente sanguínea da mãe e consequentemente o bebê poderá ingeri-las na mamada.