quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Tensão e Estresse causam Bruxismo


Apertar e ranger os dentes quando não está mastigando é uma disfunção que atinge, em média, 15% da população.São muitos os fatores, físicos e emocionais,inclusive genéticos,que levam a pessoa a apertar inconscientemente os dentes de forma sistemática e constante.Em geral esse hábito começa durante o sono (bruxismo),podendo estender-se também ao período em que a pessoa está acordada(briquismo).
O bruxismo e o briquismo estão relacionados ao estresse em 100% dos casos.Segundo os dentistas,todos os pacientes com sintomas de bruxismo têm a tensão emocional aumentada. Stress,depressão,uso de drogas,ansiedade,medo e expectativas incertas sobre o futuro,por exemplo, são fatores que podem desencadear o problema.Um alinhamento incorreto dos dentes e o consequente fechamento inadequado da boca também estão presentes na maior parte dos casos,mas dificilmente são suficientes para causar o aperto constante dos dentes.
A pessoa aperta os dentes numa tentativa inconsciente do organismo de livrar-se da tensão emocional e, ao fazê-lo, o corpo "percebe" que os dentes não estão alinhados adequadamente, esforçando-se por cumprir a "ordem" de cerrar os dentes.Está delineada a situação que pode acabar causando sérios problemas físicos e emocionais.
Dores de cabeça crônicas são o sintoma mais comum,elas surgem como consequência da contração excessiva dos músculos da mastigação,podendo atingir o rosto,pescoço,ouvidos e até ombros.O período crítico de dor ocorre pela manhã (se há predomínio do bruxismo) ou à tarde (se a pessoa desenvolveu briquismo).
Outro problema decorrente do ranger de dentes são disfunções na articulação da mandíbula, que , além de doer,pode estalar,travar,restringir a abertura da boca e até desviar-se para o lado no ato de abrir ou fechar a boca.Também são frequentes a dor e o desgaste dos dentes.A dor é maior pela manhã e o desgaste pode chegar à gengiva.Em dentes mais frágeis,que têm ou tiveram cáries, o ranger pode provocar a quebra.Se o problema não é tratado e a gengiva inflama,pode ocorrer uma perda do suporte ósseo dos dentes, que se tornam móveis.
A qualidade do sono também é seriamente prejudicada, o que causa cansaço constante,agrava a tensão emocional e, consequentemente,o bruxismo ou briquismo.
É muito comum que as crianças desenvolvam o hábito do bruxismo em razão das alterações no alinhamento dos dentes causadas pela troca dos dentes-de-leite pelos definitivos.
Cerca de 15% delas apresentam a disfunção.Nesse caso o bruxismo tende a desaparecer normalmente com o tempo.O uso de uma placa para dormir moldada pelo dentista pode minimizar a disfunção ou mesmo resolver o problema.
Em geral, no início a pessoa não percebe que tem bruxismo e/ou brinquismo.Só quando a disfunção se instala e se agrava ou quando alguém,em geral marido ou esposa,percebe o ruído,é que ela toma consciência do problema.A falta de informação pode ainda levar a pessoa a demorar para procurar ajuda, o que agrava em muito as consequências.
O diagnóstico geralmente é feito depois que surgem algumas dessas complicações.
O dentista então deve fazer uma verificação completa na boca e propor um plano de ação para eliminar as causas da mordida imperfeita.Pode ser necessário,inclusive,usar um aparelho ortodôntico para criar ou restaurar o alinhamento dos dentes.
O bruxismo ou briquismo são um "termômetro psicológico" instalado na boca.Para eliminar essas disfunções,é necessário identificar as causas da tensão e , na medida do possível,reduzi-la ou eliminá-la.
A dica é:
-Pratique esportes
-Faça ioga e exercícios de relaxamento
-Busque tratamento para os distúrbios psiquiátricos causadores desses transtornos, como depressão e ansiedade.
-Faça psicoterapia.
-Feche bem a boca.
-Use placas de acrílico moldadas pelo dentista, caso necessite.

4 comentários:

erdi disse...

hola tu sitio es exelente me gustaria hacer intercambio de links con mi pagina http://elsonrry.blogspot.com/, si te interesa escribe un comentario en mi pagina e inmediatamente coloque el link hacia tu pagina, saludos

Espaço Mensaleiro disse...

Silvinha,
muito obrigada pelos ensinamentos.

Um beijão.

Eliana

Abrahana disse...

Silvinha, muito útil. Minha filha que é dentista, disse que esses casos estão sendo cada vez mais comuns. Sinais dos tempos ruins. Mas o artigo é muito bom!

Maria disse...

achei otima a sua matéria. mais o que estou procurando e o nome da doensa que minha mãe tem e a cura ela faz movimentos continuos o dia inteiro com a boca acredito que não seja bruxismo el tem 78 anos.obrigada