sábado, 24 de novembro de 2012

Amamentação



Amamentar é importante porque o bebê recebe anticorpos da mãe para a proteção contra infecções, principalmente diarreia e pneumonia, diminui também o risco de alergias, colesterol alto, diabetes e obesidade, além da criança desenvolver dentes fortes e saudáveis e tenha boa fala e respiração.
Favorece a relação afetiva entre a mãe, o bebê e a família, e ajuda a criança a desenvolver-se bem, física e emocionalmente.
Não só é bom para a saúde do bebê como da mamãe. Na mulher que amamenta o sangramento depois do parto é menor, assim como as chances dela desenvolver anemia, câncer de mama e de ovário, diabetes e infarto. A mulher que amamenta perde mais rápido o peso que ganhou durante a gravidez.
A família pode também ajudar a mamãe a amamentar, reconhecendo a importância da amamentação, ajudando-a a ter confiança em sua capacidade de alimentar seu filho com seu leite mesmo em situações de estresse. Ajudando nas tarefas de casa, para que ela possa ter mais tempo para amamentar o bebê e relaxar.
As mães devem dar somente leite materno até os seis meses de vida do bebê, ele não precisa de água, chás, leites artificiais ou qualquer outro alimento nesse período. Nos primeiros dias após o parto, ofereça o peito muitas vezes, mesmo que a mãe acredite ter pouco leite, essa quantidade é o suficiente, pois esse leite chamado de colostro é suficiente para atender as vontades do bebê. O leite materno nunca é fraco, ele é sempre adequado para o desenvolvimento da criança.
Nos primeiros meses, o bebê ainda não tem horários regulares para mamar, por isso ofereça o peito sempre que ele quiser com o tempo ele faz seu horário.
Nas mamadas, dê tempo para o bebê esvaziar bem as mamas, porque o leite do fim das mamadas é mais gorduroso, o que dá saciedade ao bebê. Se o bebê não conseguir esvaziar as duas mamas em uma mamada não se preocupe, na mamada seguinte, ofereça primeiro a mama que ele não conseguiu esvaziar.
Continue amamentando até os dois anos, e a partir dos seis meses ofereça também alimentos saudáveis ao bebê. Evite chupetas e mamadeiras, pois podem levar o bebê a rejeitar o peito da mãe, além de causar problemas nos dentes, na fala e na respiração.
Não use medicamento sem receita médica, o médico orientará a mãe quanto aos medicamentos mais adequados para o uso durante a amamentação. Não é recomendado dietas para o emagrecimento, a mulher que amamenta precisa de uma alimentação saudável. É importante também ingerir muito liquído, pois a mãe que amamenta sente muita sede.
Deve-se também evitar o uso de bebidas alcoólicas, cigarro, e o uso de drogas como maconha, cocaína e crack. Como também medicação psicotrópica, pois essas substâncias  ficam na corrente sanguínea da mãe e consequentemente o bebê poderá ingeri-las na mamada.

sábado, 27 de outubro de 2012

Acidente de Trabalho

Agravos de Notificação: coletar, transmitir dados gerados pelo sistema vigilância epidemiológica apoiando processos pela investigação e analise das informações de doenças de notificação compulsória sendo operado a partir das unidades de saúde. 
PORTARIA Nº 777/GM Em 28 de abril de 2004 :Dispõe sobre os procedimentos técnicos para a notificação compulsória de agravos à saúde do trabalhador em rede de serviços sentinela específica, no Sistema Único de Saúde – SUS.
Agravos de Notificação Compulsória:
I - Acidente de Trabalho Fatal;
II - Acidentes de Trabalho com Mutilações;
III - Acidente com Exposição a Material Biológico;
IV - Acidentes do Trabalho em Crianças e Adolescentes;
V - Dermatoses Ocupacionais;
VI - Intoxicações Exógenas (por substâncias químicas, incluindo agrotóxicos, gases tóxicos e metais pesados);
VII - Lesões por Esforços Repetitivos (LER), Distúrbios Osteomusculares Relacionadas ao Trabalho (DORT);
VIII - Pneumoconioses;
IX - Perda Auditiva Induzida por Ruído - PAIR;
X - Transtornos Mentais Relacionados ao Trabalho; e
 XI- CANCER RELACIONADO AO TRABALHO
Acidente de trabalho é o evento súbito ocorrido no exercício de atividade laboral, independementemente da situação empregatícia e previdenciária do trabalhador acidentado, e que acarreta dano à saúde, potencial ou imediato, provocando lesão corporal ou perturbação funcional. 
causa Básica da Morte (Causa Mortis): A causa básica da morte é (1) a doença ou afecção que iniciou a cadeia de acontecimentos patológicos que conduziram diretamente à morte; ou (2) as circunstâncias do acidente ou violência que produziu a lesão fatal. 
Causa Imediata da Morte: A causa imediata da morte é a doença, lesão ou complicação que ocorreu próximo ao momento da morte (afecção mais recente), geralmente desencadeada pela Causa Básica da Morte (afecção mais antiga). 
Causa Intermediária da Morte: A causa intermediária da morte é a doença, lesão, ou complicação que ocorreu em algum momento entre a causa básica e a causa imediata da morte.
+ AGRAVOS DE NOTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA: 

 1)Acidente de Trabalho Fatal;
2)Acidentes de Trabalho com Mutilações;
3)Acidente com Exposição a Material Biológico;
4)Acidentes do Trabalho em Crianças e adolescentes;
5)Dermatoses Ocupacionais;
6)Intoxicações Exógenas (por substâncias químicas, incluindo  agrotóxicos,gases tóxicos e metais pesados);
7)Lesões por Esforços Repetitivos (LER), Distúrbios     Osteomusculares Relacionadasao Trabalho (DORT);
8)Pneumoconioses;
9)Perda Auditiva Induzida por Ruído - PAIR;
10)Transtornos Mentais Relacionados ao Trabalho; 

11)Câncer Relacionado ao Trabalho.

sábado, 20 de outubro de 2012

A Obesidade e os Inibidores de Apetite

O mundo tem meio bilhão de pessoas obesas, duas vezes mais do que há trinta anos, concluiu pesquisa
publicada (3/2) no jornal científico Lancet. Realizada pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e
pelo Imperial College London, na Inglaterra, com o apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Fundação Bill e Melinda Gates, a pesquisa trabalhou dados colhidos em 199 países e territórios entre 1980 e 2008, informou a Folha de S.Paulo (4/2).
Os Estados Unidos aparecem como líderes da tendência ao crescimento, e China e Brasil destacam-se pelo
elevado número de pessoas acima do peso. Há 31 anos, 4,8% dos homens e 7,9% das mulheres tinham índice de massa corporal (calculado a partir do peso e da altura) acima de 30, o que configura obesidade. Há três anos, 9,8% dos homens e 13,8% das mulheres tinham passado dessa marca.
Mais de um adulto, em cada dez, está obeso. “A obesidade envolve consumo alimentar, muito ligado à emoção e estilo de vida. 
Não há pílula mágica para tratar isso”, observou endocrinologista Bruno Geloneze, coordenador do laboratório de metabolismo e diabetes da Unicamp, em entrevista ao jornal. O médico atribui o quadro
não só aos hábitos alimentares, como aos processos de urbanização e automatização, que reduzem o gasto energético.
Em audiência pública (23/2/11) que durou cerca de quatro horas, médicos, farmacêuticos e um  representante do Ministério Público discutiram a resolução da Anvisa que proíbe a venda de sibutramina
e três outros inibidores de apetite (anfrepamona, femproporex e mazindol) no Brasil.
 A proibição, que já ocorre nos Estados Unidos e Europa, gerou polêmica e a decisão foi adiada pelo órgão, sem prazo definido, informou o jornal O Globo (24/2). 
Técnicos da Anvisa apresentaram a norma que trata da ineficácia dos três anorexígenos e da sibutramina, utilizados nos medicamentos para emagrecer. A agência decidiu proibir a comercialização de remédios elaborados a partir dessas substancias, porque estudos revelaram aumento de problemas cardiovasculares
entre os usuários. 
Estudo publicado no New England Journal of Medicine, que acompanhou dez mil pacientes em 16 países, revelou que houve aumento de 16% no risco de complicações cardiovasculares entre os usuários da sibutramina.
A substância foi banida entre americanos e europeus. 
O presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Ricardo Meirelles, manifestou-se
contra a proibição. Ele sustentou que o objetivo do tratamento de obesos não é fazer o paciente chegar ao peso ideal, mas reduzir os problemas causados pelo excesso de peso. E completou: “Se proibir, será criado um mercado negro.
 Quem emagreceu voltará a engordar, com os riscos inerentes”. Para ele, a comunidade científica precisa ser ouvida antes de a Anvisa tomar posição. Já o coordenador da Sociedade Brasileira de Vigilância de
Medicamentos, José Ruben Alcântara, colocou-se a favor da restrição. “Os riscos dos anfetamínicos superam os benefícios, que, aliás, são muito escassos. 
Para não dizer inexistentes. São pílulas causadoras de doenças”, afirmou ele, à frente da entidade que, desde 1991, luta para banir os medicamentos do mercado.
Para José Ruben, os médicos não registram os danos causados pelo seu uso, e, por isso, há uma subnotificação de ocorrências de problemas.

Fonte: Revista Radis

sábado, 13 de outubro de 2012

Psicoterapia e seus objetivos


Refere-se à  um processo dialético (realizado a base do diálogo) efetuado entre um psicólogo e o  paciente.
Objetiva a :
- restabelecer a qualidade de vida do paciente;
- entender os motivos da consulta (que variam desde pequenas dificuldades do dia-a-dia até mesmo psicopatologias, que são as doenças mentais);
-desenvolver os padrões de funcionamento mental do indivíduo e de seus sistemas psíquicos (saúde orgânica, saúde mental, familiar, social, sexual, intelectual, financeiro, profissional, lazer e espiritual).
Tipos de Psicoterapia: 
- Individual: Trata o indivíduo sozinho
- Grupo: Grupo de pessoas com um mesmo objetivo ou interesse
- Familiar: Trata a família
- Casal: Trata o casal, geralmente que mantém um relacionamento duradouro
Duração da Psicoterapia: 
- Psicoterapia Breve: 1 à 3 meses, algumas vezes dura um pouco mais, dependendo do caso
- Longas: Até 3 (três) anos ou mais
Como existe um compromisso de sigilo, tudo que o paciente quiser falar será ouvido com respeito. Nada será dito sem autorização do paciente. 
Uma psicoterapia pode ser indicada em situações em que o indivíduo está insatisfeito com a própria forma de vida, em que ele precisa tomar decisões difíceis e não sabe como, em situações em que a pessoa não vê sentido naquilo que faz, etc...
Também em casos de transtorno mental, nesse caso será associada a medicações prescritas pelo psiquiatra.

sábado, 6 de outubro de 2012

Os Dez Mandamentos da Qualidade Pessoal

1. Ao acordar, não permita que algo que saiu errado ontem seja o primeiro tema do dia. No máximo, comente seus planos no sentido de tornar seu trabalho cada vez mais produtivo. PENSAR POSITIVO É QUALIDADE;

2. Ao entrar no prédio de sua empresa, cumprimente cada um que lhe dirigir um olhar, mesmo não sendo colega de sua área. SER EDUCADO É QUALIDADE;

3. Seja metódico ao abrir seu armário, ligar seu terminal, disponibilizar os recursos ao redor. Comece relembrando as notícias de ontem. SER ORGANIZADO É QUALIDADE;

4. Não se deixe envolver pela primeira informação de erro recebida de quem talvez não saiba de todos os detalhes. Junte mais dados que lhe permitam obter um parecer correto sobre o assunto. SER PREVENIDO É QUALIDADE;

5. Quando for abordado por alguém, tente adiar sua própria tarefa, pois quem veio lhe procurar deve estar precisando bastante de sua ajuda e confia em você. Ele ficará feliz pelo auxílio que você possa lhe dar. SER ATENCIOSO É QUALIDADE;

6. Não deixe de alimentar-se na hora do almoço. Pode ser até um pequeno lanche, mas respeite suas necessidades humanas. Aquela tarefa urgente pode aguardar mais 30 minutos. Se você adoecer, dezenas de tarefas terão que aguardar a sua volta, menos aquelas que acabarão por sobrecarregar seu colega. RESPEITAR A SAÚDE É QUALIDADE;

7. Dentro do possível, tente se agendar (tarefas comerciais e sociais) para os próximos 10 dias. Não fique trocando datas a todo momento, principalmente a minutos do evento. Lembre-se de que você afetará o horário de vários colegas.
CUMPRIR O COMBINADO É QUALIDADE;

8. Ao comparecer a estes eventos, leve tudo o que for preciso para a ocasião, principalmente suas ideias. E divulgue-as sem receio. O máximo que poderá ocorrer é alguém poderoso ou o grupo não aceitá-la. Talvez mais tarde, em dois ou três meses, você tenha nova chance de mostrar que estava com a razão. Saiba esperar. TER PACIÊNCIA É QUALIDADE;

9. Não prometa o que está além do seu alcance só para impressionar quem lhe ouve. Se você ficar devendo um dia, vai arranhar o conceito que levou anos para construir. FALAR A VERDADE É QUALIDADE;

10. Na saída do trabalho, esqueça-o. Pense como vai ser bom chegar em casa e rever a família ou os amigos que lhe dão segurança para desenvolver suas tarefas com equilíbrio. AMAR A FAMÍLIA E OS AMIGOS É A MAIOR QUALIDADE.

Amigo sincero é aquele que mostra seus erros e ajuda a vencê-los. Não aquele que os esconde somente para satisfazê-lo, permitindo que você viva em um mundo de mentiras.

sábado, 29 de setembro de 2012

Menos orgulho trás mais felicidade


Se você não sabe exatamente quanto pesa ou quanta influência tem o seu orgulho sobre seus pensamentos, sentimentos e decisões saiba que ele começa sempre como uma voz. Uma voz tagarela, incessante, que não para de falar dentro da sua mente. Essa voz quer convencê-lo de que o melhor a fazer é continuar nutrindo essa raiva ou o que poderíamos chamar de indignação.
O orgulho é comparado a sentimentos ruins e tensos porque ele vem sempre seguido da equivocada impressão de que você está certo e o outro está errado, seja pelo que fez, pelo que disse ou simplesmente por ser quem ele é do jeito que é! Como se você fosse ou ao menos estivesse, neste momento, superior, melhor, mais certo.
O orgulho impede de ver nossos defeitos, faz com que nós justifiquemos sempre nossas atitudes, nós não admitimos ser criticados, acreditamos ser mais importante que o outro e acreditamos também que somos mais importantes que o outro.
O orgulho atrapalha nossas vidas porque nos tira o foco, é uma atitude de independência negativa.
Se seu orgulho está se sobrepondo aos seus sentimentos leves e gostosos, tais como alegria, paciência e capacidade de relevar, o mais inteligente mesmo é você começar a se responsabilizar e pensar sobre essa atitude. Acredite que quem manda em seus sentimentos é você mesmo e o orgulho provoca doenças psíquicas, pois trás consigo raiva, rancor, e várias sensações incômodas que só atingem a você mesmo. E só quem pode mudar essas sensações é você e mais ninguém.
Sendo assim, a pergunta é: o que você realmente quer fazer em relação a essa pessoa ou situação? Convenhamos que, se não for importante, nem vale a pena se desgastar. Mas se for importante, será que vale a pena insistir neste orgulho que mais serve para roubar a sua paz e o seu prazer de viver do que para resolver ou lhe fazer algum bem?
Quantos amores, amizades e prazeres você  já perdeu por causa de sentimentos como raiva e ressentimento? Quantas vezes já sofreu à toa por decidir não dar o braço a torcer numa discussão ou por não reconhecer e admitir que desta vez foi você quem errou? Quantas vezes amargou a solidão e pôs a perder um dia feliz simplesmente por orgulho? Orgulho bobo, infantil e inútil.
Que tal arriscar uma nova atitude, um novo comportamento? Que tal testar um novo jeito de ser? Você não tem nada a perder! Pelo contrário, só tem a ganhar! Que tal prestar mais atenção no seu mau-humor e interrompê-lo com uma gostosa e inteligente gargalhada de si mesmo? 
Que tal ser humilde, a humildade, não é negar suas qualidades, não é falsa modéstia, é se valorizar quando percebemos que outras pessoas querem nos colocar para trás.Interagindo com o outro, mesmo sabendo que ele quer nos humilhar, não se deixando atingir por picuinhas, se valorizando pelo que você é, e não pelo que os outros pensam de você.  Para se sentir superior, não precisa humilhar ninguém, nem sentir orgulho de si mesmo, basta  se dar valor pelo que você realmente é, enquanto pessoa.
Não espere chegar à beira da morte para se dar conta do que realmente importa em sua vida. Quando a gente descobre que a vida pode acabar em um segundo, de uma hora para outra, nossos sentimentos ganham novos valores, valores bem mais reais.

O fato é que damos importância demais ao que, muitas vezes, não tem importância nenhuma. E se tem alguma, poderia ser tratada de forma bem mais flexível. Não pelo privilégio que vai oferecer ao outro, mas, sobretudo, pelo imenso bem que vai fazer a si mesmo.

E assim, cada vez que relevar, perdoar, esperar, não brigar e reconhecer quando errar. Mais fracos e sem sentido vão ficar o seu orgulho, a sua raiva e o seu ressentimento. E consequentemente mais leve, mais divertido, mais bonito você vai se tornar e tornar sua vida! Mais incrível e inesquecível será conhecer e se relacionar com uma pessoa como você!

sábado, 15 de setembro de 2012

Dicas para o sucesso no trabalho


O caminho do sucesso é árduo. Não há segredo, é preciso trabalhar arduamente para se ter sucesso. Antes de ter é preciso fazer, desenvolvendo seu potencial, usando a inteligência e demais ingredientes do sucesso.  
 Tenha Foco na Solução: Independente dos problemas e desafios o fundamental é ter Foco no Futuro. O passado só serve para o aprendizado. Todos nós passamos por dificuldades. Não é aí que devemos nos concentrar, nosso foco deverá se dirigir para a solução dos problemas. 
 Sucesso é um caminho a ser percorrido por toda sua vida. Pense em obter grandes recompensas: Sucesso não é ponto de chegada. Trabalhos excelentes estão ligados a Resultados Excelentes. Todos os dias é preciso sentir que se está crescendo. 
Aumente sua Rede de Pessoas: O seu sucesso está relacionado a pessoa mais exponencial do seu grupo. Faça parte de grupos de pessoas prósperas, que buscam a evolução. Ninguém chega lá sozinho. 
Defina a vida pelos seus Valores: Pense sobre os seus valores, seus reais valores. Só se atinge a felicidade se você vive por valores nobres e éticos. Amor, Conexão, Tranquilidade, Segurança, Crescimento, Expansão, Solidariedade, etc. 
Supere as 03 emoções: Medo - Preocupação e Dúvida. 
Assuma Riscos: O Futuro é de quem assume riscos. Supere essas emoções, enfrente-as. Passar por riscos nada tem a ver com inconsequências.
 Planeje a vida e entre em ação.Busque o conhecimento necessário.
 A maioria dos seus valores podem ser atingidos através do conhecimento, que traz qualidade de vida, tranquilidade, segurança e conexão.
 Decida nunca ficar na ociosidade. O termo ócio, significa a meu ver, o tempo gasto em atividade não produtiva, ou seja, gasta-se o tempo de modo não produtivo.
 Lembre-se, Ação é a grande chave do Sucesso.
Fale sobre ideias. Não fale sobre pessoas. Pessoas Medíocres falam de pessoas, Pessoas normais falam de coisas e Pessoas de Sucesso falam de ideias. Ideias nos iluminam, promovem energias positivas e entusiasmo. 
Seja Otimista, escolha o otimismo para sua vida. Há três diferenças entre o Pessimismo e o Otimismo: tempo, tamanho, e responsabilidade. Os otimistas encaram o problema no presente, não fazem conexão com o futuro. Para os otimistas o problema é sempre específico. Eles sabem mensurar o tamanho do problema. Os otimistas estão sempre no controle sobre como interpretar os fatos.

sábado, 8 de setembro de 2012

Alguns motivos para se ter um blog


1- Ótimo canal de exposição de ideias;

2- Ajuda a melhorar o intelecto, através de bons comentários;

3- Serve como interação em redes sociais com público afim;

4- Desenvolve uma atenção maior com a escrita, para não se cometer erros ortográficos;

5- Oportunidade de formar-se laços de amizade;

6- Atua como terapia, já que o blogueiro, enquanto escreve, se distrai dos problemas;

7- Permite um sentimento de utilidade ao editor pois, mesmo que de maneira humilde, um artigo escrito pode servir para quem o leia, em sua vida prática.

sábado, 11 de agosto de 2012

Sob a intimidade de orquídea (prostituição infantil)

Quatrocentos milhões de turistas viajam pelo mundo constantemente.Uma parte deles é atraída para os paraísos exóticos, na perspectiva de usufruir de prazeres sexuais com mulheres e crianças.O turismo internacional é um setor muito importante na economia mundial.
O que permitiu que a prostituição fosse implantada e desenvolvesse em várias regiões.A publicidade, a mídia, que exalta o exotismo e a vida fácil desses países desempenhou um papel importante no aumento da prostituição. Muitos turistas viajam para buscar aventuras sexuais que, por serem proibidas no próprio país, são muito caras.
No Brasil, entre outros tantos tipos de exploração infantil, a prostituição avança, aliciando crianças cada vez as mais novas, as quais se prostituiem em praças, avenidas, praias das grandes cidades e nos antigos  garimpos do interior do país. A clientela bastante diversificada, compoe-se de indivíduos de diferentes classes sociais.
Na Tailândia por exemplo, verdadeiros sex-tours são organizados para os turistas, especialmente japoneses. O Japão também é conhecido pela importação maciça de jovens filipinas para seus bordéis.
A partir dos anos 80, os turistas japoneses e australianos se destacaram devido ao alto "consumo" sexual de crianças.
Esses países atendem a uma demanda cada vez maior de turistas provenientas de países ricos, essa realidade configura a evolução das sociedades ocidentais para, como já citei em outras postagens, o individualismo e hedonismo,ou seja, a felicidade e o prazer individual considerados como valor supremo.
A prostituição infantil, raramente é uma ação de indivíduos isolados, pelos grandes lucros há grande interesse de organizações de traficantes em rede internacional.
Eles vendem aos bordéis ou a clientes individuais, nos próprios países ou no exterior.
Entre os clientes dos traficantes, encontra-se organizações de pedófilos que compram crianças para seus membros. Algumas dessas organizações chegam a construir "abrigos" e "orfanatos" para as crianças pobres.O que na verdade, não passa de depósitos de crianças para clientes pedófilos, dos quatro cantos do mundo.
O pretexto dos pedófilos é fornecer apoio moral e afetivo às crianças abandonadas, na verdade é sempre o prazer egoísta que determina a conduta dessas pessoas.
Alguns deles praticam atos de crueldade com as crianças, como queimá-las com pontas de cigarro, além de machucá-las sexualmente.O uso de drogas, oferecidas por essas pessoas, anestesia-lhes o sofrimento físico e a dor moral, além de torná-las dependentes.
Vale ressaltar que, segundo a Convenção das Nações Unidas, criança "é todo ser humano com menos de dezoito anos, salvo se a maioridade for atingida mais cedo, em virtude da legislação aplicada".
Além do mais, os "turistas do sexo" vão atrás de crianças cada vez mais novas, acreditando que, desse modo, estão livres de contaminação da AIDS e outras DST's.
As vítimas da exploração sexual são crianças de ambos os sexos.
Na Tailândia, os agenciadores concedem  "emprestimos" às famílias em troca de suas meninas, a quem oferecem um trabalho garantido, pela quantia recebida, os pais assinam um reconhecimento de dívida.
Assim, se a menina fugir, por exemplo, o agenciador poderá reclamar ao tribunal o reembolso do dinheiro emprestado.
A falta de comunicação verbal com os turistas estrangeiros também faz aumentar nas crianças o sentimento de ser apenas um objeto.
A situação dos meninos, é diferente, muitos deles deixam voluntariamente suas famílias, por falta do que comer e por violência doméstica.
A aprendizagem da prostituição é feita junto com a liberdade, eles aprendem a sobreviver de todas as formas, geralmente fazendo parte de um bando. Os bandos são delinquentes, regulados pela prostituição, a droga, a violência e a rivalidade entre os elementos em busca da liderança desse bando.
Apesar da violência, a prostituição e o dinheiro dão às crianças a ilusão de segurança, e de vínculo afetivo efêmero, quando se trata de um cliente ocasional.
Quando entram em contato com uma rede de pedófilos, os meninos são muitas vezes sustentados por algum tempo.Eles passam a ser o brinquedo de um homem ou mulher rica que divide com eles seu conforto.Mas essa ligação é curta e termina com a adolescência do menino, que é então abandonado, dando lugar a um ou vários outros, mais novos que ele.
Algumas formas de prevenir a prostituição infantil são:
Dar assistência tanto às famílias como às crianças, aplicar sansão penal aos "clientes", proteger crianças migrantes e não migrantes prostituídas, não demonstrar discriminação, dar maior atenção ao tráfico internacional de crianças, incentivar a troca de listas de pedófilos para que essas cheguem as mãos da polícia, estimular a educação e aumentar a sensibilização.

sábado, 4 de agosto de 2012

Famílias com enteados


O modelo tradicional de família, composta por pai, mãe e filhos, está sofrendo grandes modificações, a qual tem alterado tanto a sua configuração como o seu funcionamento.
Hoje em dia temos vários modelos de famílias, se a pensarmos como um sistema vivo, elas possuem um ciclo vital, ela nasce, cresce, amadurece e morre podendo dar nascimento a uma nova família.
Dentre os diversos fatores que tem contribuído para a mudança da família, destaca-se o divórcio, atualmente 30 a 50% dos casais escolhem o divorcio como solução para a insatisfação conjugal.
As famílias reconstituídas surgem com padrasto ou madrasta em sua formação, o desafio para elas são maiores, um segundo casamento costuma vir acompanhado de grandes expectativas, no caso, os pais querem evitar ou corrigir os erros cometidos no casamento anterior e encontrar o amor e a segurança perdidos, esperam estar seguros e serem respeitados pelos seus filhos e enteados.
É aí que surgem os desafios, o primeiro é que imaginamos ser amado por nossos enteados ou pelo menos ser respeitados por eles.
O segundo é conseguir se aproximar deles e criar um elo de confiança.
O terceiro é fazer com que seus enteados se sintam parte da família, integrados nela.
O quarto desafio, o pior deles, é disciplinar os filhos que não são seus.
Quanto aos enteados a adaptação, segundo uma pesquisa realizada nos Estados Unidos,costuma levar de quatro a sete anos.
O que pode ser feito para melhorar o convívio com os enteados:
1 - Com o tempo o amor pode crescer o que importa no momento, é se sentir amado e respeitado.
2- Evite criticas: Em vez de acusar o novo cônjuge dizendo: seu filho é mal criado, peça que ele oriente seu filho a lhe cumprimentar e respeitar.
3 - Conviva com todos: Programe um tempo a sós com cada um de seus filhos e enteados, isso mostra que eles são importantes para você,  isso irá fortalecer a relação.
4-  Não exija que os filhos esqueçam a família anterior.
5-  Dê tarefas domesticas aos filhos e enteados igualmente, deixe que cada um tenha um lugar à mesa  e um cantinho de privacidade na casa.
6- Pense em se mudar para uma casa maior ou adaptar a atual para que novos membros não se sintam intrusos.
7-  Não crie regras demais e não se apresse em fazer mudanças na rotina
8-  Resolva desacordos em particular: concentre-se no comportamento do enteado, fale com ele com respeito.

sábado, 21 de julho de 2012

Redes Sociais


Antigamente para nos comunicarmos com uma pessoa que moravam longe o meio mais utilizado era a carta ou telefone, hoje com a internet ficou bem mais fácil, utilizando o e-mail enviamos, fotos, músicas e mensagens para nossos amigos que estavam distante de nós.
Mas com o crescimento e popularização das redes sociais, que são sites que permitem compartilhar informações com um grupo de amigos escolhidos pelo indivíduo, enviar mensagens sobre onde você está, ou o que está fazendo ficou bem mais rápido e todas as pessoas da sua lista de contatos saberão instantaneamente. Essas redes estão substituindo os e-mails, pois segundo uma pesquisa realizada nos EUA, poucas pessoas respondem a e-mails.
Quanto ao crescimento das redes sociais uma pesquisa realizada pela Revista Time aponta que, “Se o Facebook fosse um país, seria o terceiro maior do mundo, atrás apenas da China e da Índia”.
Mas há necessidade de tomar cuidado, pois no seu perfil você pode colocar fotos, vídeos, e atualizações que podem ser usadas contra você. O que se posta numa rede social cria uma reputação que pode ser difícil de apagar, para saber se o que você coloca condiz com a pessoa que você é, olhe em sua página do ponto de vista de outra pessoa e pergunte a si mesmo: É assim mesmo que eu quero ser visto pelos outros? Manchar a reputação numa rede social pode trazer consequências difíceis de remediar.
 Não esquecendo que alguns detalhes como revelar onde você mora, onde trabalha ou estuda, se vai viajar, favorece sequestros e roubos.
 Para se prevenir adicione apenas quem você conheça,algumas pessoas aceitam dezenas e até centenas de solicitações de amizade de indivíduos que mal conhecem ou simplesmente nem conhecem, crie regras para aceitar amigos. A melhor regra é fazer amizade apenas com pessoas que você conhece e com quem tem algum tipo de relação fora da internet.
Não que as conversas em redes sociais sejam todas frívolas,quando acontece um desastre, como, por exemplo, como o tsunami em 2011, muitos usaram as redes sociais para saber se seus parentes e amigos estavam bem.
Não esqueça de utilizar bem as configurações de privacidade da rede social.
A administração de seu tempo também é importante, pois se você usa demais  a rede social acaba por negligenciar amigos, família e afazeres, e viciando-se.
Se você tem filhos que utilizam a internet, tente descobrir qual a real motivação deles nas redes sociais e por onde navegam, pois é através delas que acontecem vários tipos de assédio desde bullying até pedofilia e sequestro.