quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

A Saúde mental do trabalhador

Saúde mental do trabalhador é algo ainda hoje pouco pensado quando as empresas investem na organização dos espaços, layouts e organogramas. O ser humano em geral é muito influenciado pelo meio aonde vive, o meio exerce em nós grande influência, pois nossos cinco sentidos são constantemente acionados por estímulos vindos do meio ambiente. Sons, cores, cheiros, sensações, visões, todo o nosso corpo está imerso na vida e quanto mais este é estimulado, tal qual um esportista, será mais capaz de vencer as provas da vida, os desafios.
Bem, um dos aspectos mais importantes para uma empresa construir e manter seus colaboradores ou funcionários com um bom nível de saúde mental está no ambiente. Seja, no mobiliário, cores, na arquitetura do ambiente propriamente dito.
Vamos pensar no seguinte paradoxo, as pessoas que estão dentro de uma empresa, são as mesmas pessoas que habitam uma determinada moradia, este quer a sua casa a sua cara, ou seja mobilia ou até constrói uma casa para parecer com ele ou com a família que ali mora e na empresa constrói uma moradia para funcionários totalmente padronizada. Não há espaço na maioria dos projetos de layout de empresas para o individual, são em geral projetos que privilegiam a homogeinização dos espaços, quando muito permitem ao funcionário colocar uma foto ou algo pessoal em sua base de trabalho.
O interessante desta história é que quando o mesmo empresário ou o profissional vai construir ou rearranjar os espaços de sua moradia, ele contrata um arquiteto ou decorador para fazer tudo de acordo com seu perfil e de sua família. Ele sabe que quanto mais a casa é bem arranjada, projetada, mais feliz ou mais harmônico o ambiente tende a ser, propiciando desta forma um ambiente mais favorável para que as relações que se deem ali sejam mais benéficas.
Outrossim na empresa não se tem este cuidado, compram-se móveis iguais para pessoas diferentes, constroem espaços sem mesmo consultar os gostos das pessoas que ali vão atuar.
Entendo que em uma empresa as pessoas podem mudar de setor, ou mesmo sair da empresa em um curto espaço de tempo e investimento é dinheiro, mas em uma casa as pessoas também mudam, a criança cresce e o quarto precisa ser alterado novamente. Porém podemos pensar que se as empresas investissem mais no projeto individualizado dos espaços, isto poderia afetar positivamente o funcionário que ali trabalha e isto poderia ser mais uma ferramenta de motivação para que o tempo de permanência seja maior na empresa, ou seja pode influenciar a diminuição do giro de pessoas na empresa.
Dentro da arquitetura de interiores já existe o conceito de móveis puzzle ou móveis montados como um brinquedo, brincar com as cores, com os layouts, com os detalhes personalizados pode influenciar positivamente na saúde mental do trabalhador.

Nenhum comentário: