sábado, 16 de abril de 2011

Pseudociese

A menstruação não veio, enjoos apareceram e o apetite está a cada dia mais desregulado. Para completar, os seios e a barriga aumentaram. Vem logo o pensamento: "Será que estou grávida?". Bom, só o exame poderá lhe responder, mas saiba que você pode estar sofrendo de gravidez psicológica ou falsa gravidez, chamada pelos médicos de pseudociese.
O que é:
O fenômeno não é considerado uma doença. "Não é uma patologia e, sim, um conjunto de sintomas que caracterizam uma síndrome psicológica", distingue. A síndrome psicológica, se dá através de um conflito interno pelo intenso desejo de engravidar, provavelmente bloqueado por algum fator - que pode ser tanto uma impossibilidade física de fecundar como até o medo da própria gravidez. Quando a mulher apresenta a pseudociese, ela está querendo comunicar a ela mesma e a seu grupo familiar e social esse intenso desejo de ser mãe e a frustração pela impossibilidade disso acontecer.
É uma condição subscrita por hipótese, ou seja, o corpo responde a um estímulo hipotético da psique, e isso pode estar associado a doenças psiquiátricas.
 A simples crença de estar grávida se potencializa justamente porque as mulheres que desenvolvem o distúrbio começam a apresentar todos os sinais físicos de uma gravidez normal. Às vezes fica tão aparente que é difícil até conseguir convencer o grupo social e familiar de que ela não estava realmente esperando um bebê.
Mudanças físicas:
O corpo começa a trabalhar em função da condição hipotética. Não existe um padrão, cada uma desenvolve esse distúrbio de maneira diferente. Dilatação da barriga e dos seios, a amenorreia (interrupção na menstruação), enjoos, tonturas e alteração no apetite são todos sintomas de uma gravidez normal, mas que também se apresentam na psicológica.

Todo o nosso aparelho genital é controlado por uma glândula hormonal chamada hipotálamo, ligada ao nosso sistema nervoso central. E as alterações no corpo são justamente ligadas aos hormônios liberados por essa glândula, através de um processo chamado hipófise.

Várias situações podem afetar o sistema nervoso central, bloqueando, por consequência, a passagem desses hormônios. Sendo assim, a mulher que deseja intensamente engravidar acaba inibindo a liberação desses hormônios, o que pode levá-la a não menstruar, além de desenvolver todos os outros sintomas que afetam o ciclo hormonal do sistema genital.

A distinção entre a verdadeira gravidez e a falsa se dará através dos diagnósticos realizados por uma equipe médica. A gravidez psicológica nunca vai apresentar um resultado de exame positivo. Além dos diagnósticos por imagem, como a ultrassonografia, alguns hormônios característicos da gestação não podem ser produzidos através de uma condição psicológica, dependendo exclusivamente da existência de uma fecundação.


Um comentário:

Special Movies disse...

Good day everybody... Good post...