segunda-feira, 12 de maio de 2008

A Pedofilia e as Redes Sociais


A CPI da Pedofilia aprovou o requerimento para que o Google do Brasil abra sigilo de 3.261 álbuns hospedados em seu site de relacionamento o ORKUT. Esses álbuns estão sob suspeita de conterem material pornográfico ( fotos, principalmente) retratando crianças e adolescentes.
Desde sua chegada ao Brasil, em 2004, a empresa tem se recusado a fornecer informações solicitadas pelo Ministério Público sobre usuários denunciados por pedofilia, ao reconhecer os problemas perante a comissão, o diretor presidente da Google no Brasil, Alexandre Hohagen, acenou para uma mudança de postura da empresa e assumiu o compromisso de adotar, até junho, medidas para facilitar a identificação de pedófilos que utilizam o ORKUT.
Vale lembrar que segundo os dados da referida CPI,cerca de 90% das 56 mil denúncias de pedofilia por meio da internet referem-se ao ORKUT, devido a ferramenta que permite a hospedagem de álbuns fechados facilitou ainda mais a ação dos pedófilos.
Segundo o procurador da República, Sérgio Suiama, o Brasil é o país da América Latina com o maior número de usuários de internet - 42 milhões, o que significa metade dos internautas latino americanos.Um terço dos usuários brasileiros entre 10 e 15 anos de idade, o que torna a adoção de medidas para combater a divulgação da pornografia infantil por meio referido site de relacionamento e o aliciamento de crianças em salas de bate- papo.
O procurador defendeu ainda a adesão do Brasil à convenção Internacional contra o Cibercrime, conhecida como Convenção de Budapeste, já assinada por 47 países.
Haverá ainda uma provável assinatura de termo de ajustamento de conduta, o referido estabelece que o Google fornecerá o conteúdo das páginas fechadas no ORKUT, independente de pedido judicial, Ministério Público e a Polícia Federal.Também desenvolverá ferramenta para impedir que pedófilos coloquem material nas páginas e restringir o acesso a pessoas autorizadas.
Há informações que 90% dos crimes de pedofilia no Brasil ocorrem no ORKUT, tramita um requerimento na CPI da pedofilia, questionando o ministro Celso Amorim, sobre a intenção do Brasil em aderir a Convenção de Budapeste.

Um comentário:

Anônimo disse...

Silvia,
bom dia.
Acredito que tenha que ser feito uma campanha, até de conscientização dos pais sobre os perigos da internet. Seria destampar o sol com a peneira. Muitos pais acreditam que os filhos estariam mais seguros "presos" em casa do que na rua.
quando eles estão na rua os pais vigiam, quando estão em casa não haveria necessidade.
Não estou colocando toda a responsabilidade nos pais. E sim, que eles tem que ficar de olhos abertos em tudo.
"Muitos foram enganados por suas próprias opiniões, e uma falsa aparência extraviou seus pensamentos.
Sem a pupila, falta a luz, sem o conhecimento, falta a sabedoria." (Eclo - 3,26)
Um forte abraço,
Rosa - psico