sábado, 7 de novembro de 2015

Crianças Egocêntricas



Criança mimada é sempre uma criança a quem faltam bons valores, A criança criada baseada em desejos e em valores ruins tende a ser mimada. Independente da família ser mais conservadora ou liberal, quando o desejo ganha proeminência, criamos pessoas com dificuldade de lidar com a frustração, cheias de vontades, dispostas a consumir e para consumir tem que haver insatisfação com o que tem portanto são egocêntricas.Quando a criança cresce convivendo apenas com adultos. Os grupos de que ela participa são mediados pelo dinheiro e por adultos (escolinha de futebol, etc). Como ela circula em espaços protegidos e comprados, a oportunidade de haver cooperação, o servir, o cuidar é muito reduzido. O desejo é estimulado, pois o nível de consumo é alto. São muitos brinquedos, muitas roupas, muitas vontades. Até na alimentação o desejo ganha proeminência. Antigamente a alimentação era decidida pela dona de casa e consumida por todos. Hoje é comum ir à praça de alimentação onde cada um come o que deseja. A televisão passou a ocupar parte da função de diversão que era exercida pelos amigos, irmãos e primos. A criança solitária assiste tv e aprende com os péssimos exemplos que existem lá. Ou ficam isolados em computadores. O individualismo atinge níveis muito altos, o que gera egoísmo,ou egocentrismo, ou seja uma criança preocupada apenas consigo mesma. Os brinquedos são descartáveis e abundantes. Não são mais valiosos, podem ser quebrados ou abandonados. Aliás, tudo passa a ser descartável. Quais valores estão sendo realmente cultivados por estas crianças: individualismo, egoísmo, valorização do desejo, mediação da vida pelo dinheiro, status, super-proteção, isolamento, imaturidade para lidar com grupos e com dificuldades, falta de cooperação, falta do servir, etc.
Para lidar com isso a família precisa além de fazer com que as crianças convivam com outras crianças, devem ensiná-las a interagir com todos independente do nível social, ensinando que não se deve menosprezar quem tem um pouco menos que eles, ensinar a dividir os brinquedos, lanches, criando assim uma criança solidária.

Nenhum comentário: