sexta-feira, 7 de março de 2008

Velhice - Anos de Plenitude

Existem muitas mudanças que ocorrem no envelhecimento.Pessoas idosas sofrem perdas que podem ter efeito sobre o seu bem- estar mental, emocional e físico.
  • A morte de um membro da família ou de um amigo pode ser uma perda emocional severa.

  • A aposentadoria causa a perda da atividade útil planejada e afeta o prestígio, a satisfação criativa, o relacionamento social, o respeito próprio e a renda.

  • Perdas ou danos físicos, especialmente os que afetam a visão e a audição podem levar à privação sensorial e à exclusão social.
O fato de envelhecer não significa um sinal, pelo contrário, pode ser o começo de uma vida sem as responsabilidades de educação de crianças ou exigências de um emprego.Atualmente a palavra "velho" é muito significativa, tomamos muitas decisões, ou os outros tomam por nós, baseados em pressupostos referentes à idade. Quando se negam oportunidades a jovens de 17 anos, e os indivíduos de 65 são constrangidos a aposentar-se, e ambas as atitudes se baseiam num estrito critério de idade, nos defrontamos com o "velhismo", ou seja, preconceito contra os idosos. E quem motiva esse preconceito é a sociedade que aplica a aposentadoria compulsória, como motivo para a colocação de jovens no mercado de trabalho, só que isso nem sempre acontece, existem muitos jovens desempregados no país. O modelo mais simples e usado para a classificação de idade, divide a população em jovens,adultos e velhos, seguindo o modelo do desenvolvimento psicossexual.Nossa sociedade continuará a insistir no uso da idade cronológica para muitos fins, pode-se conviver com essa prática se reconhecermos que o o estabelecimento para chamar alguém de velho é apenas uma questão de conveniência estatística. É um uso infeliz, mas difícil de evitar, até porque somos testemunha que o velho de antigamente era a pessoa com 60 anos que se aposentava e ficava em casa vendo TV, e por isso associamos velhice a enfermidade,esquecemos que pequenos sintomas ,detectados a tempo, podem ser esclarecidos antes de se tornarem problema grave. Mas hoje em dia, as pessoas estão se aposentando mais tarde ou, mesmo aposentadas continuam trabalhando, viajando, divertindo-se na agora chamada, melhor idade.Existem várias exceções a isso, as enfermidades e a aposentadoria compulsória estão entre as circunstâncias da vida que podem subitamente focalizar nossa atenção nas alterações físicas , que na verdade vinham ocorrendo há tempos, a consciência dessas transformações pode ser repentina e, às vezes desconcertante.Também é provável que o próprio ritmo de envelhecimento se acelere em algumas circunstâncias. A proporção que envelhece, a pessoa pode muito bem, aperfeiçoar-se em algumas áreas de seu funcionamento mental, em lugar de sofrer um retrocesso, a compreensão verbal representa uma das capacidades mentais que constitui um domínio cristalizado, mesmo assim , o conhecimento armazenado do indivíduo não é suficiente para levá-lo a dominar a situação que se defronte.Ele precisa imaginar coisas, solucionar o problema específico dentro de seus limites próprios. A maior parte das pessoas sofre um declínio de inteligência fluída , de lembra-se de fatos recentes, já a inteligência cristalizada o fará lembrar com mais rapidez de fatos que ocorreram há muito tempo atrás, na sua infância por exemplo.Daí a necessidade de estímulo, sempre aprender algo novo para exercitar a mente, fazer palavras cruzadas é um ótimo exercício. Outra coisa que acontece na terceira idade, fica-se mais lentos, vagarosos tanto na vida física quanto na mental, e isso pode trazer a depressão já que acontece a tomada de consciência de que não se tem mais , digamos, o vigor de antes, para vencer esta fase, muitos idosos procuram retirar forças do passado, das lembranças de quando era mais jovem, do casamento, da faculdade, de algumas festas das quais participou, de alguns amigos que ainda estão vivos, pois deprime muito a notícia de que seus amigos estão morrendo, a sensação é que o indivíduo em questão será o próximo.O estabelecimento de novos limites constitui um processo de adaptação em que a pessoa faz avaliações realistas do que pode e do que não pode continuar fazendo parte de sua vida ativa. Alguns idosos são responsáveis pelo próprio isolamento, acreditam que são um peso para a família, que contam histórias repetidas e por isso cansam a todos, já não é mais convidado a participar de encontros familiares, ou de participar de passeios, pois como são lentos e repetitivos, os membros mais jovens da família acabam por os excluírem.Mas ainda existem idosos que participam da vida social e acreditam que " as coisas que fazem continuam tão interessantes como sempre foram". Há muito a fazer para tornar a vida dos idosos satisfatória, a começar pelo acesso a teatros, cinemas, etc, pois o piso facilita quedas, o acesso muitas vezes é por escadarias que se tornam perigosas devido a mobilidade do idoso, entre outros fatores.Dentro de casa não é diferente, quantos não sofreram lesões graves em quedas no banheiro escorregadio, no piso encerado, na escadaria sem corrimão, nos batentes, etc. Sempre que possível, o idoso deve ter seu próprio quarto ou lugar na casa onde possa realizar suas atividades sem ser perturbada ou sem perturbar os outros, sempre no térreo e perto do banheiro.Um luz acesa durante à noite geralmente é útil para ajudá-las a se orientarem e evitar tropeços no escuro. Boa nutrição e exercício regular são uma parte importante para a manutenção da boa saúde, a alimentação deve incluir carne, peixe, aves, ovos, derivados do leite, pão, cereais, gorduras, vegetais e frutas, salvo se por recomendação médica haja a exclusão de alguns desses itens.O exercício melhora a circulação sanguínea, aumenta a capacidade respiratória, assim como mantém a força e a flexibilidade das articulações.Sempre com orientação médica. Mesmo quando se ama os familiares, pode-se experimentar sentimentos de raiva, ressentimento ou culpa.Pode-se ressentir da dependência deles, é difícil ver uma pessoa amada fraca e regredida mentalmente. Estes são sentimentos comuns, entendê-los ajudará a ser mais benevolentes com eles e consigo mesmo, por isso é necessário procurar ajuda, pois é normal esses sentimentos e com orientação específica, será mais fácil lidar com eles. Em ação conjunta da OAB Nacional e do Conselho Federal de Psicologia, com a participação do Movimento Social organizado e do Ministério Público,em alguns estados brasileiros foi realizada em setembro de 2007, inspeção conjunta em instituições de Longa Permanência para Idosos, o que se percebeu foi a ausência de psicólogos nessas instituições, o abandono de idosos,e a falta de cuidado personalizado.
Sabe-se que o envelhecimento é um processo biológico que pode ser controlado.
Há uma série de estudos afirmando que um estilo de vida saudável é uma das
chaves da longevidade.

Confira alguns deles:

1. COMA MENOS. Nos Estados Unidos, um estudo comparou cinquëntões que
viviam de dieta com outros que consumiam, em média, 2 000 calorias por
dia. A conclusão foi que o primeiro grupo teve uma expectativa de vida
cerca de 30% maior, além de aparentar ser mais jovem do que os congêneres
da mesma idade.
2. REDUZA O SAL. Essa medida é importante no tratamento e na prevenção da
hipertensão arterial, um dos fatores de risco para doença cardiovascular.
Evite mais de 6 gramas por dia, o equivalente a uma colher de chá.
3. CONSUMA VERDES . Vegetais verde-escuros, como espinafre, rúcula e
brócolis, são ricos em ácido fólico, uma substância que ajuda a manter a
integridade do DNA.
4. DE PREFERÊNCIA AOS PESCADOS. Peixes de água profunda, como salmão e
anchova, são ricos em ômega 3. Esse poderoso antioxidante, segundo o
jornal da Associação Médica Americana,pode reduzir em até 81% o risco de
morte súbita no homem.
5. BEBA COM MODERAÇÃO. Estudos mostram que o consumo diário de até duas
taças de vinho deve fazer parte da receita para uma vida longa. Até a
cerveja, quando consumida moderadamente, pode trazer benefícios à saúde,
apontam pesquisas recentes. Tomar água pura é excelente principalmente se for
tomada logo pela manhã ao leventar-se.
6. MODERAÇÃO COM A CARNE VERMELHA . Pesquisa sobre hábitos alimentares em
dez países europeus concluiu que oconsumo diário de carne vermelha aumenta
o risco de câncer de intestino em até 35% . Mas não a evite. Proteínas são
essenciais para quem faz atividade física regularmente, substitua-a por peixe,
não só porque dão resistência mas também porque ajudam a tornear os músculos
7. SEJA SOLIDÁRIO . Segundo estudo publicado na revista Psychology Science,
dar apoio físico ou emocional a outras pessoas reduz em até 60% o risco de
morte prematura no idoso.
8. TENHA FÉ. Segundo o International Journal of Psychiatry and Medicine,
ter uma crença forte em algo ajuda a combater o stress e problemas
emocionais.
9. PREFIRA AS COMÉDIAS. O riso espontâneo promove a dilatação dos vasos e
melhora o fluxo sanguíneo. Também reduz os níveis de adrenalina e cortisol
no sangue e aumenta a liberação de endorfinas, hormônios ligados às
sensações de bem-estar e prazer. Quer mais? Ainda emagrece. Estudos da
Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos, concluíram que dar boas
risadas por um período de dez a quinze minutos faz uma pessoa queimar, em
média, 50 calorias.
10. MOVA-SE. De acordo com a Associação Americana do Coração, o
sedentarismo, por si só, aumenta o risco de doença coronariana em, pelo
menos, uma vez e meia. Exercícios diários moderados ajudam a aumentar
o tempo de vida qualitativa em até seis anos.
11. MORE PERTO DE UM PARQUE. Um estudo realizado por pesquisadores
japoneses concluiu que a expectativa de vida dos idosos que moram próximo
a áreas verdes é maior do que a daqueles que vivem cercados de
arranha-céus.
12. CURTA O CHOCOLATE . Em pequenas quantidades, ele pode ser benéfico à
saúde. A quantidade de flavonóides encontrada em 50 gramas de chocolate é equivalente à de seis maçãs, duas taças de vinho ou sete cebolas. Os flavonóides têm sido
apontados como importantes armas no combate aos radicais livres.
13. MANTENHA A MENTE ATIVA. Pesquisas mostram que a doença de Alzheimer
tem maior incidência entre as pessoas com baixo nível de instrução. Estudo
publicado no New England Journal of Medicine relaciona a leitura, os jogos
de cartas e de tabuleiro e as palavras cruzadas com a redução do risco de
demência em pessoas com mais de 75 anos.
14. TOME VITAMINAS. Cápsulas de vitamina C são as mais indicadas. Seu
consumo ajuda a prevenir a degeneração macular, que afeta 3 milhões de
brasileiros e é a maior causa de cegueira em pessoas com mais de 50 anos.
Consulte seu médico sobre a dosagem.
15. NÃO PULE O CAFÉ da MANHÃ. Pesquisa do Instituto de Gerontologia da
Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos, averiguou que os centenários
não costumam dispensar a primeira refeição do dia. Inclua na dieta matinal ,cereais,
água ou chá e frutas frescas.
16. USE O FIO DENTAL. De acordo com pesquisadores da Universidade Harvard,
nos Estados Unidos, a inflamação bacteriana da gengiva, causada pelo
acúmulo de resíduos alimentares entre os dentes, aumenta em 72% o risco
de doença cardiovascular
17.FAÇA EXERCÍCIOS mas evite a prática de exercícios entre as 11 da manhã e a
1 da tarde. Neste Horário é quando a produção de adrenalina atinge seu pico. O sangue fica mais grosso do que o normal, a pressão arterial sobe e o batimento cardíaco se
eleva. Durante essas duas horas, é maior a probabilidade de uma placa de
gordura se romperem um vaso, o que pode provocar derrame cerebral ou
infarto no coração.
18.FAÇA SEXO .A atividade sexual traz sensações de prazer e bem-estar,
combate o stress, aumenta a auto-estima e ainda queima calorias. Estudos
mostram que as pessoas sexualmente ativas são mais saudáveis. Segundo a
OMS, o sexo é um dos quatro pilares da qualidade de vida, ao lado do
prazer no trabalho, da harmonia familiar e do lazer.
19. SEJA OTIMISTA. Após dez anos estudando como a personalidade de uma
pessoa pode influir no aumento ou na diminuição da expectativa de vida,
pesquisadores holandeses concluíram que ter uma atitude positiva pode
diminuir em até 55% o risco de morte prematura.
20. LARGUE O CIGARRO. Fumantes regulares vivem, em média, dez anos menos e pior do
que um não-fumante, além de prejudicar a atividade sexual. Cerca de 90% dos
casos de câncer nos pulmões, a neoplasia que mais mata no Brasil, estão relacionados
ao tabagismo.
21. TENHA UM ANIMAL DE ESTIMAÇÃO . O conselho foi seguido por operadores da
bolsa de valores de Nova York,avaliados em um estudo. Foi tão eficaz no
combate ao stress que metade deles suspendeu o uso de medicamentos contra
a hipertensão. Quem tem um bichinho em casa vai ao médico com menor
frequência, afirmam pesquisadores da Universidade de Cambridge, na
Inglaterra.
22. COMA FRUTAS : De acordo com a Organização Mundial de Saúde, esse é
o número mínimo de porções de frutas e vegetais que uma pessoa deve comer
por dia. A OMS defende que uma alimentação balanceada e rica em vitaminas,
fibras e minerais pode reduzir em até 40% o risco de câncer.
23. DURMA BEM. Estudos sugerem que a falta de sono crônica pode ter um
impacto negativo nas funções metabólicas e endócrinas. Quando se dorme
menos de cinco horas, há um desequilíbrio no metabolismo .
24. SINTA-SE EM CAPRI. Está provado que uma dieta mediterrânea, rica em
vegetais, peixes e azeite de oliva, pode afastar doenças como hipertensão,
diabetes e obesidade, capazes de encurtar a vida em até dez anos.
A pesquisa foi feita com 1 507 homens e 832 mulheres, entre 70 e 90 anos, em
onze países europeus.
25. ABUSE DO MOLHO DE TOMATE.Dez colheres de molho de tomate
ingeridas semanalmente podem reduzir pela metade o risco de ocorrência de
onze tipos de câncer. O tomate é rico em licopeno, um antioxidante
encontrado nos vegetais vermelhos.

26.INVISTA EM CULTURA. Depois de acompanhar 12 000 pessoas por nove anos,
pesquisadores suecos observaram que, em média, as chances de uma pessoa
alcançar a longevidade foram 36% maiores naquelas que cultivavam o hábito
de realizar programas culturais, como visitar galerias de arte, assistir a peças de
teatro e frequentar concertos musicais.
27. IMITE OS BRITÂNICOS. Ser pontual é bom mas beber chá é melhor.
O hábito cultivado pelos ingleses pode ajudar no combate à doença de Alzheimer. Estudos indicam também que o consumo de chá reduz os riscos de câncer. O chá verde é o que
promete maiores benefícios.
28. VÁ AO OFTALMOLOGISTA. Depois dos 50 anos, a chamada vista cansada se
torna ainda mais comum. Com a idade, também aumentam os riscos de glaucoma
e catarata. Além disso, alterações de fundo de olho podem indicar a presença de
diabetes e hipertensão.
29. TENHA UM RELACIONAMENTO ESTÁVEL.As pessoas que se mantêm em longas e bem-sucedidas uniões têm uma expectativa de vida maior em comparação àquelas que se casam novamente ou terminam a vida divorciadas. (mas, por favor, ficar com a
pessoa errada causa mais problemas de saúde ainda... façam boas
escolhas...)
30. EXPRESSE SUAS EMOÇÕES. Journal of Clinical Psychology, da Inglaterra,
aqueles que manifestam suas emoções por meio de alguma atividade
artística, como canto, dança, fotografia, pintura, literatura são mais saudáveis do que as
pessoas que não o fazem.

A depressão é uma doença que precisa ser avaliada por um médico. De forma geral a depressão pode apresentar os seguintes sintomas:
* Tristeza profunda; * desânimo; * diminuição importante de interesses e atividades anteriores; * alterações no apetite; * alterações no sono; * dores e mal-estar físico; * irritabilidade; * dificuldade de concentração e de memória.
A depressão pode causar um forte impacto na relação familiar e afetar a qualidade de vida.

Fatores que facilitam a depressão:

* doenças físicas e cerebrais; * doenças crônicas que levam à incapacidade física; * medicação inadequada; * perdas financeiras; * diminuição do contato com familiares; * perdas de pessoas queridas.
As depressões moderadas ou graves podem ou não necessitar de medicação. Cabe ao médico avaliar o tipo de tratamento.
Cada pessoa tem uma indicação específica.

Para tratar a depressão no idoso pode-se usar formas de tratamento:
Psicoterapia individual ou em grupo : Ajuda ao idoso a lidar com os conflitos
Atividade física : Ajuda a manter o bem-estar físico e mental, melhora o apetite e o sono.
Terapia ocupacional : Colabora com a socialização e motiva o desenvolvimento de novos potenciais
Para o tratamento eficaz é importante a participação da família no tratamento.
O Estatuto do Idoso completou em primeiro de outubro - Dia Nacional do Idoso - , cinco anos, desde sua sanção pelo presidente Lula. A Lei 10.741/43 entrou em vigor em primeiro de janeiro de dois mil e quatro e garantiu diversos direitos às pessoas com idade igual ou superior a 60 anos, mas ainda é pouco divulgada.
Não são poucas as instituições a infringem suas determinações.
Uma das normas mais polêmicas fixadas pelo Estatuto do Idos foi a que garantiu gratuidade e desconto de passagens no sistema de transporte coletivo interestadual.Representando 117 permissionárias do serviço, a Associação Brasileira de Transporte Terrestre de Passagens ( Abrati) recorreu à Justiça, em 2004, sustentando que não havia previsão de fonte de custeio para o benefício aos idosos, o que iria gerar desequilíbrio econômico para as empresas do setor.Após algumas derrotas e vitórias da Agência Nacional de Transportes Terrestres(ANTT) no judiciário para garantir o cumprimento do estatuto, o Supremo Tribunal Federal(STF), no início de 2007, manteve a obrigação para as empresas.
Listamos alguns benefícios garantidos pela Lei:

Transporte: 
A
  • Os maiores de 65 anos têm direito à gratuidade no transporte coletivo público urbano mediante a apresentação de documento de identificação, sendo 10% dos assentos reservados aos idosos. Para os que têm entre 60 e 65 anos, fica a critério da legislação local decidir sobre a gratuidade nesse tipo de transporte.
Saúde:
  • Idosos têm atendimento preferencial no Sistema Único de Saúde ( SUS).
  • O estatuto dá direito a acompanhante para o idoso internado ou em observação em qualquer unidade de saúde.
  • É garantida a distribuição de remédios,principalmente os de uso contínuo, e de próteses e outros recursos relativos a tratamento, habilitação ou reabilitação.
  • Os planos de saúde não podem reajustar mensalidades de clientes com mais de 60anos. Mas há controvérsia sobre a aplicabilidade da lei para planos contratados antes de primeiro de janeiro de dois mil e quatro. A Agência Nacional de Saúde Suplementar(ANS), que antes do Estatuto do Idoso fixava sete faixas etárias para reajuste- duas delas para os idosos-, determinou, a partir da entrada em vigor da lei, a adoção de dez faixas.
Justiça:
  • Nas ações judiciais, os idosos podem ser representados pelo Ministério Público, União, estados, Distrito Federal, municípios e pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
  • É assegurada prioridade na tramitação de processos judiciais acionados por idosos.
Violência:
  • Fica proibida toda forma de discriminação ou humilhação contra os idosos, sob pena de condenação a reclusão de seis meses a um ano e multa.
  • O abandono de idoso em hospitais e casas de saúde pode ser punido com detenção de seis a três anos e multa.
  • A pena para quem submeter idosas a condições desumanas, privados da alimentação e de cuidados indispensáveis é de dois meses a um ano de detenção e multa.
  • Se ocorrer a morte do idoso, a punição será de quatro a doze anos de reclusão.
  • A apropriação de bens, pensão ou qualquer rendimento de idoso pode levar a condenação, com pena que varia de um a quatro anos de reclusão e multa.
Assistência Social:
  • Fica assegurado benefício mensal de um salário mínimo aos idosos a partir de 65 anos que não possuam meios para prover sua subsistência nem de tê-la provida por sua família.
Trabalho:
  • Na admissão em qualquer trabalho ou emprego é proibida a discriminação e a fixação de limite máximo de idade, inclusive para concursos, ressalvados os casos em que a natureza do cargo assim exigir.O primeiro critério de desempate em concurso público será a idade, sendo privilegiado o candidato de idade mais elevada.
  • O governo deve criar programas de profissionalização para idosos e de estímulo às empresas privadas para contratação de maiores de 60 anos.
Benefícios: 
O Dia Mundial do Trabalho, é a data-base dos aposentados e pensionistas.
Habitação: 
Nos programas habitacionais públicos ou subsidiados por recursos públicos, é obrigatória a reserva de 3% das unidades residenciais para os idosos.
Lazer: Idosos tem direito a 50% de desconto em atividades culturais, esportivas e de lazer, além da garantia de acesso preferêncial. 

3 comentários:

PríncipeTito Blog disse...

Estou contente de ter mais uma amiga...Coloquei seu link no meu blog!!!

Lola disse...

Olá, Silvinha,
Vim agradecer sua visita ao "www.umaconscienciacoletiva.blogspot.com".Gostei muito do conteúdo do seu blog, está sendo devidamente linkado lá.
Beijos.

Rodrigo disse...

Olá Silvinha, grato pela visita e pela proposta, gostaria sim de fazer uma parceria, porém só trabalho com banners, caso tenha interesse o endereço abaixo é do meu banner, me passe o do seu que eu coloco no site.

http://img231.imageshack.us/img231/1617/logo120x60copycn4.jpg

Caso necessite de instruções visite:
http://elementocortante.wordpress.com/parcerias/

Um abraço
EC