sábado, 8 de outubro de 2011

O Contexto e os Sintomas

Contexto deriva da palavra lugar, como foi explanado na aula passada cada lugar desenvolve seus próprios contextos, o que é comum em um local, uma época, pode não sê-lo em outra.
Da mesma forma os sintomas variam de lugar,de época e principalmente de cultura.
Sintoma é definido por Shineider, como aquele que orientam o diagnóstico,representam a manifestação de uma enfermidade.
A caracterização dos sintomas baseia-se em sete princípios ou componentes dos sintomas, a saber:
Cronologia, Localização Corporal, Qualidade, Quantidade, Circunstâncias, Fatores Agravantes ou atenuantes e Manifestações Associadas.
  • Cronologia é a identificação dos aspectos relacionados ao tempo e sequência de evolução dos sintomas como a hora do dia, o dia do ciclo menstrual, etc;
  • Localização Corporal não é apenas determinar o local dos sintomas mas sua irradiação e profundidade. Deve-se ter em mente que as pessoas nomeiam partes do seu corpo de modo diferente, conforme seu próprio conhecimento.
  • Qualidade é um dos aspectos mais difíceis de se determinar, uma vez que conta com a descrição que o paciente faz de suas percepções. As comparações que muitas vezes são feitas remetem à memória individual, às experiências de cada um de nós. Por exemplo, a sensação de calor varia em função da hereditariedade, da região onde mora, etc.
  • Quantidade é a descrição da intensidade, frequência, número de vezes em que o fenômeno ocorreu, intervalo entre os episódios, volumes de secreções, edemas. Circunstâncias em que o sintoma ou sintomas ocorrem, como local, atividade que exerce no momento da ocorrência do sintoma, exposição a fatores ambientais, ingestão de alimentos, por exemplo.
  • Fatores Agravantes ou Atenuantes, embora claramente compreendidos, exigem do examinador a ciência exata das relações entre os sintomas e os fatores que neles interferem, de modo a poder selecionar e identificar, sem sugestionar o paciente, aquilo que realmente interfereou não com o sintoma.
  • Manifestações Associadas podem ajudar até mesmo na identificação de Síndromes.Como nem sempre o paciente tem a noção da importância da ocorrência de um fenômeno simultâneo a outro, compete ao médico o interrogatório e a associação dos eventos.
  • Exemplos de Sintomas:
  • Sede, Fome,Dor,urgência miccional, inapetência,fraqueza (astenia),tontura e vertigem

Nenhum comentário: